Compartilhar

A produção poética é, em muitos casos, um fazer solitário. O poeta, o seu suporte e as palavras. Por outro lado, a produção musical passa por diversas mãos. Ao musicar, arranjar e produzir nove poemas do americano Patrick Phillips, Vinicius Castro conseguiu transmitir em Broken Machine Project uma percepção intimamente coletiva.

Tudo começou quando o carioca viu um poema de Phillips no metrô de Nova Iorque. Uma série intitulada “Poetry in Motion” espalha poesias pelos vagões dos metrôs novaiorquinos, e foi a partir dela que Vinicius se deparou com “Heaven”. “Eu li essa poema e achei muito bonito. Ele falava do céu no sentido de paraíso não como um lugar, mas como um tempo”, explica Vinicius. “Eu tirei uma foto e postei no Facebook, falando que era a definição mais bonita que tinha lido. E minha sogra comentou que achou muito legal e que daria uma boa música. E eu pensei: é, vou musicar esse poema”, revela.

Vinicius decidiu comprar todos os livros do americano o que acabou rendendo onze poemas musicados. Para realização do projeto ele selecionou nove. Os convidados são músicos novaiorquinos e as gravações foram realizadas em seus apartamentos, porões e áticos. Para levar seu estúdio móvel até os artistas, Vinicius utilizou o metrô.

A sonoridade que caminha entre o folk, o rock vintage, o jazz, a música brasileira, encontra abrigo na mistura de instrumentos presentes nesse álbum. O encontro de um trompete com um contrabaixo é o lugar perfeito para uma voz aveludada estar.

Quando Vinicius acreditou ter feito uma balada tipicamente norte americana ouviu um dos músicos convidados dizer que era linda a Bossa Nova que ele havia feito. Isso reflete muito desse trabalho. A possibilidade de unir, de se encontrar e de perceber que é impossível se desligar das suas origens.

Os músicos que fazem parte desse projeto são: Lucia Stavros, Ian Wexelbaum, Julie Hill, Benji Kaplan, Katie Louchheim, Krithi Rao, Kyla Quinn, Aaron David Gleason e Maya Solovéy.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here