Compartilhar

Um trio de folk futurista que cria uma fusão entre o orgânico e o sintético num labirinto de voz, violão e beat. Tuyo mostra um som flutuante, letras existenciais e elementos lo-fi, a trinca de compositores paranaenses mescla o violão denso de Machado com o trabalho vocal audacioso das irmãs Lio e Lay Soares. Sem medo de sair da superfície, os artistas dialogam ora com a poesia da América Latina, ora com a ferocidade irônica que a vida exige.

Com direção de Leticiah Futata e coreografia assinada por Milena Stemberg, o trio uniu-se a outras 13 pessoas para realizar o clipe de “Amadurece e Apodrece”. “Criamos um cenário familiar na intenção de reforçar a ascendência e a identidade da Tuyo”, afirma Lio Soares.

A canção não tem uma sonoridade propriamente dançante. Como a maioria das músicas do trio, a música traz uma letra que deve ser pensada e digerida, com tempo e cuidado. Mas a concepção desse clipe, que traz referências internacionais, consegui tornar o corpo, a dança, a sincronia, uma parte essencial da canção. Como se sempre estivesse estado ali.

“O corpo precisa falar aquilo que não basta ser dito pela voz. A dança é uma forma primordial de expressão, um meio de se comunicar com o mundo. Tive cuidado para respeitar as individualidades de cada pessoa e tudo fluiu bem”, conta Milena, a coreografa que direcionou um grupo majoritariamente formado de não dançarinos.

Os protagonistas do vídeo também serão personagens de um documentário sobre beleza e elogio dirigido por Alexandre Spiacci, com previsão de lançamento para 2018.

Tuyo – Amadurece e Apodrece

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here