Compartilhar

Primeiramente lançado no IGTV, a nova ferramenta de vídeo do Instagram, “Love Bytes” agora também está disponível no YouTube.

Cantor, compositor, guitarrista e gay, Nadal mostra que no rock também existe representatividade LGBT+. De Santos (SP), ele traz em seu repertório dois discos e um EP, que contam com letras autobiográficas e desconcertantes, enquanto as melodias apresentam um paralelo entre o rock alternativo, o grunge 90’s e a estética Lo-fi.

Em “Love Bytes”, dirigido por Alex Girardi, Nadal representa a vida online do gay solteiro em 2018, que procura memes, o melhor ângulo para a selfie. Sobre o amor, o jovem de 20 e poucos anos, sabe quase nada, mas insiste em buscá-lo com as ferramentas que tem, como os aplicativos de encontro. “O amor digital é essa coisa rápida e líquida de Instagram, de se apaixonar sem ao menos conhecer a outra pessoa”, explica Nadal.

A canção é uma verdadeira ode ao grunge e o rock alternativo da década de 90, com uma nítida influência do Sonic Youth e Nirvana. Repleto de referências, o músico sugere um “feat” com artistas como Lady Gaga e Deborah Blando, como também os amigos da banda Violet Soda (banda paulistana de garage/post-grunge). “Love Bytes” é um aperitivo para o que se pode esperar do próximo disco de Nadal, com lançamento previsto para este ano.

Nadal – Love Bytes

A ficha técnica de “Love Bytes” inclui Lucas Nadal (guitarra e voz), Vitor Maia (guitarra e backing vocal), Heittor Jabbur (bateria) e Camila Zanin (baixo e backing vocal). O single foi gravado no Estúdio Nimbus (São Paulo/SP) e contou com a produção, mixagem e masterização de Paulo Senoni (Estúdio Costella). A arte do single é de Lucas Nadal, enquanto o clipe foi dirigido por Alex Girardi.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here