Compartilhar

Anualmente marcamos presença no que é, provavelmente, o mais importante festival independente do Nordeste, o Festival DoSol. A edição 2016 do festival já está marcada: 11 a 13 de novembro na Rua Chile, na Ribeira, em Natal. A edição mantém a infinidade de palcos, diversidade cultural e musical, além do reflexo direto nas apostas musicais da cidade.

Se Plutão Já Foi Planeta, Far From Alaska, Talma&Gadelha e Camarones Orquestra frequentaram primeiro os palcos do evento antes de despontarem pelo país, outras bandas estreiam na edição deste ano. Selecionamos 5 apostas musicais natalenses em que você deve ficar de olho, seja no show no festival, seja como promissora banda para ocupar os ouvidos do país.

AlaMoana

Pouco mais de um ano de vida e já com um EP e um disco lançado. Em franco crescimento, a AlaMoana enfileira seis músicos em vertentes diferentes criando misturas sonoras entre o rock e o rap, folk e mpb, sem nunca deixar de manter a veia pop nas suas canções. Um dos focos da banda são as mensagens contidas nas letras, algo que reflete bem nos vídeos oficiais da banda, como o último, “Amelie Poulan: Future”

Fetuttines

O duo Fetuttines é a linha pop-minimalista-experimental-eletrônica-rock de Anderson Foca (fundador do DoSol e membros de diversas bandas, como o Camaronês Orquestra Guitarrística) com o Luiz Gadelha (um dos mais respeitados compositores da cena natalense, com carreira solo e história bem contada com a Talma&Gadelha). A dupla lança o seu primeiro disco, Impossível Só, e já planeja uma turnê nacional de divulgação em formato voz, guitarras e programação.

Five Minutes To Go

Aqui está outra empreitada de Anderson Foca, mas dessa vez acompanhado por Yves Fernandes (baterista também do Camarones) e, principalmente, KaKá Monteiro, que volta a ocupar uma guitarra de uma banda própria depois de muitos anos. A temática urgente e politizada impera na definição do punk que a banda se posiciona, como é bem mostrado no disco Ghost Town. São apenas 12 minutos de álbum, 9 músicas e muita sujeira no som do trio.

Jubarte Ataca

Vindos de Mossoró, mas já estabelecidos em Natal, a Jubarte Ataca vem despontando como um dos melhores shows e apostas do cenário. Em uma crescente de shows e presentes nos dois mais importantes festivais do Rio Grande do Norte, o Dosol e o Mada, a Jubarte aposta em shows energéticos e em uma estética visual de filmes b para ilustrar seu Surf Rock cósmico. Trás o recém lançado disco Falso+4 para o festival sob a chancela do mitológico selo Baratos Afins.

Hotel Dolores

Se for para definir, o Hotel Dolores é o bom e velho rock. Em português, direto, pitadas pop bem definidas e crescimento nos refrães. O quinteto colocou na roda seu primeiro EP, com quatro músicas, na rede em setembro e vem amadurecendo seu caminho e estilo dentro do experiente cenário potiguar.

A décima primeira edição do Festival DoSol 2016 acontece entre 11 e 13 de novembro em Natal e está com seus ingressos a venda por R$40 os dois dias. Entre os artistas convidados estão SILVA, Mombojó, Tulipa Ruiz, Maglore e vários outros. Estaremos, mais uma vez, em Natal para conferir a festança.

Compartilhar
Matéria anteriorTeach Me Tiger, a dupla que Minas Gerais uniu
Próxima MatériaO “Hit” de Mahmundi em um clipe
Músico multi-instrumentista, DJ, viajante, criador e editor-chefe do site RockinPress, colunista e curador convidado do Showlivre, ex-colunista do portal de vendas online Submarino e faz/fez matérias especiais para vários grandes meios culturais brasileiros, incluindo NME, SWU, Noize, Scream & Yell, youPIX e os maiores blogs musicais do país. É especializado em profissionalização de artistas independentes e divulgação de material através da agência Cultiva, sendo inclusive debatedor em mesas técnicas sobre o assunto na Universidade Federal Fluminense (RJ) e no Festival Transborda (MG).

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here