Os 100 Melhores Álbuns Brasileiros de 2013 (com Download)

Os 100 Melhores Álbuns Brasileiros de 2013 (com Download)

67
Compartilhar
100-melhores-albuns-download-2013
100-melhores-albuns-download-2013

melhores2013
Foi um ano duro, difícil esse 2013. Entre decepções, coube novamente espaço para o novo. Em nosso top 10 melhores álbuns do ano, quatro álbuns são de estreantes de classe e outros três segundos álbuns que superaram expectativas, concordando com o já sabido processo de reinvenção da música independente brasileira e renascimento de novos ídolos para nossas próximas gerações. É com orgulho que por mais um ano abrimos nossas listas com o Melhores Discos, trazendo download, audição e compra dos discos, incentivando todos a ouvir o novo e consumi-lo. Alias, esse é o papel de um site que só fala de (ótimas) coisas novas na música brasileira.

100 ~ 76

 

100. Oito Mãos – Alias
99. Ylana Queiroga – Ylana
98. Arthur Matos – Pacífico Atlântico
97. DeSampa – Err
96. Club America – To Get There
95. Winteryard – The Place Where I’ve Been Before
94. Hurtmold – Mils Crianças
93. Guilherme Arantes – Condição Humana
92. Bruno Vetz – Bruno Vetz
91. Churrus – Transcontinental
90. Alambradas – Amargo
89. Ludov – Eras Glaciais
88. Cambriana – Worker
87. Bicicletas de Atalaia – Bicicletas de Atalaia
86. Barulhista – Café Branco
85. Lulina – Pantim
84. Rapha Moraes – La Buena Onda
83. The Minimalistas – The Minimalistas
82. Tropical Lips – The Family
81. Lício – Fregata Manificens
80. Young Lights – An Early Winter
79. MoMo – Cadafalso
78. Camarones Orquestra Guitarrística – O Curioso Caso da Música Invisível
77. Rio Shock – Rio Shock
76. ZeroZero – Back To Basics

75 ~51

 

75. Felipe Cordeiro – Se Apaixone Pela Loucura do Seu Amor
74. Mahmed – Domínio das Águas e dos Céus
73. Esteban – Smokers in Airplanes
72. Riachão – Mundão de Ouro
71. Name The Band – Just Add Sugar
70. Madrid – EP 01
69. Sr. B e Dona Vontade – Sr. B e Dona Vontade
68. Os Amantes Invisíveis – Novo EP
67. Rael – Ainda Bem que Eu Segui as batidas…
66. Slvdr – Fera Vischer
65. Merci – Breveterno
64. Francisco, El Hombre – Francisco, El Hombre
63. Lívia Cruz – Muito Mais Amor
62. Coyotes – Coyotes
61. Lupe de Lupe – Distancia
60. Medulla – O Homem Bom
59. Aeromoças e Tenistas Russas – A Experiência de Jaque Vilanova
58. Mr. Spaceman – Hey Fever
57. Cabana Café – Panari
56. Bluewhite – Third Star
55. Cau Nunes – Inespere
54. Opala – Opala
53. Roo Lemes – Nunca o Bastante
52. Ruspo – Esses Patifes
51. Glue Trip – Just Trippin

50 ~41

50-41

50. CESRV – One Thousand Sleepless Nights (baixe)
49. Rubel – Pearl (baixe)
48. Zimbra – O Tudo, O Nada e O Mundo (baixe)
47. Phillip Nutt – To Whom It May Concern (baixe)
46. Zeca Viana – Psicotransa (baixe)
45. Tono – Aquário (baixe)
44. Simonami – Então Morramos (baixe)
43. Dom La Nena – Golondrina EP (baixe)
42. Hellbenders – Brand New Fear (baixe)
41. Bruno Roberti – Lar (baixe)

40 ~31

40-31

40. Arnaldo Antunes – O Disco (baixe)
39. Lucas Victorino – Rascunho (baixe)
38. Rashid – Confundindo Sábios (baixe)
37. Daniel Groove – Giramundo (baixe)
36. Passo Torto – Passo Elétrico (baixe)
35. Phillip Long – Seven (baixe)
34. Gang do Eletro – Gang do Eletro (baixe)
33. Marina Gasolina – Commando (baixe)
32. Selton – Saudade (baixe)
31. Fernando Temporão – De Dentro Da Gaveta Da Alma da Gente (baixe)

30 ~21

Lucas Vasconcellos - Falo De Coração30. Lucas Vasconcellos – Falo De Coração (baixe | ouça | compre)
Primeiro álbum solo da metade do Letuce foi composto em meio a separação conjugal e turnê como músico do Rodrigo Amarante, refletindo no sentimento do disco.

Nevilton - Sacode!29. Nevilton – Sacode! (baixe | ouça | compre)
Uma das mais barulhentas e prolíficas bandas brasileiras, o Nevilton embalou bem este trabalho e lançou com pompa bem no início do ano, surpreendendo pela verne fixa.

Bixiga 70 - Bixiga 7028. Bixiga 70 – Bixiga 70 (baixe | ouça | compre)
Mantendo o ritmo intenso e o nome de seu álbum de estreia, o trabalho celebra um dos melhores conjuntos que já fomentaram os ritmos africanos no país.

Nana - Pequenas Margaridas27. Nana – Pequenas Margaridas (baixe | ouça)
Trabalho que passeia pela fofura e pelo clima denso em cima de batidas eletrônicas mostrou uma boa estreia da cantora baiana e ousadia na produção do trabalho.

Ganeshas - Cabeça Parabólica26. Ganeshas – Cabeça Parabólica (baixe | ouça)
Cabeça Parabólica é o segundo disco dos cariocas do Ganeshas que preenchem uma lacuna há muito tempo aberta no cenário carioca: a de uma banda de rock simples e sem firulas.

Bárbara Eugênia – É o Que Temos25. Bárbara Eugênia – É o Que Temos (baixe | ouça)
Novo trabalho da cantora carioca mantém o flerte brega e sensual da cantora e abrilhanta a arte e os arranjos ainda mais rebuscados, surpreendendo positivamente.

Phillip Long - Gratitude24. Phillip Long – Gratitude (baixe | ouça)
Sequencia dos inúmeros trabalhos em curto tempo do folker paulista, Gratitude assume como melhor de seus álbuns e um disco que explicita a maturidade alcançada.

César Lacerda - Porque da Voz23. César Lacerda – Porque da Voz (baixe | ouça | compre)
Em seu trabalho de estreia, César Lacerda criou sua própria identidade musical e cercou-se de grandes músicos para compor uma obra coesa e bonita no seu todo.

Suinga – Recomeço22. Suinga – Recomeço (baixe | ouça | compre)
Bem regionalista e ao mesmo tempo bastante jovial, o disco trata a música não por rótulos ou estilos, mas pelo sentimento que passa. Para puxar os amigos pra dançar!

Karol Conká - Batuk Freak21. Karol Conká – Batuk Freak (baixe | ouça)
O título do disco deixa bem claro o que Karol propõe. Um disco preenchido de boas referências do começo ao fim e que não vai deixar ninguém parado.

20 ~ 11

 

Tiago Iorc - Zeski20. Tiago Iorc – Zeski
baixe | ouça
Num círculo de bons lançamentos, shows e clipes, Tiago vem se destacando pelo sentimento das músicas e por sua leveza. Em seu novo álbum começa a mostrar traços de amizade com a música popular brasileira, mas sem descuidar do acústico a que veio.
Guri – Quando Calou-se a multidão19. Guri – Quando Calou-se a Multidão
baixe | ouça
Uma das melhores surpresas do ano, Guri trouxe uma versão mais doce e romantizado do rock gaúcho com um disco além de seus trabalhos com a banda Pública. O grande destaque é, sem dúvidas, a música “Azul”, cujo clipe tem a participação de Carla Lamarca.
Leo Fressato - Canções para o Inverno Passar Depressa18. Leo Fressato – Canções para o Inverno Passar Depressa
baixe | ouça
O garoto saltitante e multitalentoso curitibano Leo Fressato trouxe ao mundo um álbum confessional, romantico e contendo um trabalho rico em variedades, instrumentos e estilos. Leo se foca no sentimento das músicas e os revive cantando.
Garotas Suecas - Feras Míticas17. Garotas Suecas – Feras Míticas
baixe | ouça | compre
O Garotas Suecas é um grupo que vem apreendendo com rapidez a fazer música pop. Seu disco “Feras Míticas” bebe direto da fonte dos hits da década de 60 e 70 – De Mutantes a Eramos Carlos as dozes faixas te conquistam a cada nova audição.
Fábrica - Grão16. Fábrica – Grão
baixe | ouça
Grão é um álbum de duas caras. Ao passo que soa barulhento, é ao mesmo tempo um doce e singelo. Diferente da psicótica felicidade do trabalho de estreia, este disco funciona mais como um grito e amostragem do denso momento em que foi composto.
Ana Larousse - Tudo Começou Aqui15. Ana Larousse – Tudo Começou Aqui
baixe | ouça | compre
Romantica, quase sussurando palavras de amor, dor e passagens em nosso ouvido, Tudo Começou Aqui é um trabalho singelo, feito para sentir e ouvir cada palavra dita nas letras das canções. Quem sabe este é um novo começo para a cantora?
Tom Zé - Tribunal do Feicibuque14. Tom Zé – Tribunal do Feicibuque
baixe | ouça
Longe da sanidade musical e talvez o mais próximo da lucidez do mundo real. Com “Tribunal do Feicibuqui”, Tom Zé se mostra mais uma vez genial, pegando todas críticas que recebeu e criando algo que vem como um tapa na cara de quem o julgou.
Posada e o Clã - Posada13. Posada e o Clã – Posada
baixe | ouça
Guardando, esperado e aos poucos liberado, Posada é ainda um trabalho acima do esperado, menos pesado e ainda mais direto. Carlos Posada e seu clã da pá virada viajam do alternativo ao regionalismo, num encontro de Lenine com Incubus, por exemplo.
Phill Veras – Gaveta12. Phill Veras – Gaveta
baixe | ouça | compre
De dentro da gaveta e de seus cadernos musicais, Phill Veras encontrou belos acordes dentro de seu violão para compor se álbum de estreia. Mais simples e menos denso, o álbum flerta com acerto na mpb de seu estado natural, o Maranhão e assume influencias sem medo.
Bruno Souto - Estado de Nuvem11. Bruno Souto – Estado de Nuvem
baixe | ouça | compre
Bruno se arriscou sem medo do romantismo, do brega e do cafona. “Estado de Nuvem” foi assertivo para falar de amor da maneira mais simples que existe. Com influências que vão de Reginaldo Rossi até o mais refinado jazz, o recifense conquista da maneira mais tradicional.

10 ~ 1

 

10. Vanguart – Muito Mais Que o Amor

Vanguart - Muito Mais Que o Amorbaixe | ouça | compre

Não foi uma espera tão grande. O Vanguart nunca foi uma banda de decepcionar e mantem uma marca de segurança em suas músicas, estilo próprio, conciso e músicas sempre certeiras. Muito Mais Que o Amor é um disco que cairia bem entre a alegria descontrolada do primeiro e a redenção anunciada do segundo, trabalhando como um álbum bastante homogêneo e completo, mantendo o trem que carrega a banda nos trilhos e muito bem guiado.

9. Boogarins – As Plantas que Curam

Boogarins – As Plantas que Curam

baixe | ouça

O Boogarins é uma das maiores revelações de 2013. A banda de Goiânia recebeu vários rótulos que talvez orientem alguns a entender o que eles são e para onde vão. Porém, a lisergia juvenil não é constante em nenhuma das faixas do disco “As Plantas Que Curam” surpreendendo a cada passagem. O Boogarins é como uma viagem psicodélica por terras vermelhas e quentes, assim como o cerrado brasileiro.

8. Jennifer Souza – Impossível Breve

Jennifer Souza - Impossível Brevebaixe | ouça | compre

Há anos ensaiando um trabalho solo, depois de sua bela passagem pela banda Cinza e com dois discos com a Transmissor (com outro prometido já para 2014), Jennifer Souza emocionou com Impossível Breve. Com flerte forte no jazz e arranjos rebuscados, o disco flui envolvendo a voz grave e suave de Jennifer, recheando nossos ouvidos de canções bastante assobiáveis, de fácil assimilação. Um álbum tocante.

7. A Banda Mais Bonita da Cidade – O Mais Feliz da Vida

A Banda Mais Bonita da Cidade - O Mais Feliz da Vidabaixe | ouça | comprar

O controverso trabalho de estreia banda curitibana alcançou públicos diferentes deste novo registro e modificou a linha musical que vinha seguindo, deixando uma nova cara para a A Banda Mais Bonita. Muito mais bonito, com um som robusto e bastante homogêneo, o disco é uma evolução dentro da forma de trabalhar da banda, mostrando ainda A Banda como uma banda e não como uma reunião de amigos gravando como e onde gosta.

6. Maglore – Vamos Pra Rua

Maglore - Vamos Pra Ruabaixe | ouça

Alguns chamariam de controverso, estranho e ousado, mas a Maglore deu dois passos a frente em sua história e deixou o lado mais bobinho de suas canções do álbum de estreia de lado para criarem algo real, que fizessem o ouvinte se sentir ali dentro, participando da gravação e ouvindo o vocalista Teago cantar junto. É um revivel de influencias dentro das brasilidades da banda, buscando as referencias de infância e da cidade de onde vieram.

5. Wado – Vazio Tropical

Wado - Vazio Tropicalbaixe | ouça

Com tantos anos, estrada e discos, Wado tem na mão o que quer fazer e coleciona amigos para ajuda-lo em sua obra. Não por acaso segue o caminho de sucesso com as parcerias de Samba 808 e escala um time para direciona-lo nas composições e no que virou a ser Vazio Tropical. Marcelo Camelo comandou com sabedoria e inspiração o disco, que com os arranjos mais baseados em instrumentos acústicos, evidenciou as lindas letras preparadas por Wado e seus amigos neste trabalho. Que este grupo se estenda.

4. Emicida – O Glorioso Retorno de Quem Nunca Esteve Aqui

Emicida - O Glorioso Retorno de Quem Nunca Esteve Aqui baixe | ouça | compre

O homem forte do rap, Emicida é hoje o maior nome do estilo e representante da periferia nas rádios. Detentor de um faro apurado e rima fácil, cantou em seu disco sem medo de agradar e responder críticas, sendo ousado e se juntando com novos e velhos ídolos, amigos, num trabalho com cara de música brasileira. É um disco para todos, seja funkeiro, sambista, roqueiro. Tem de tudo lá e ao mesmo tempo é do rap. Do branco ao negro e não mede raça ou audiência. Poucos chegaram nesse ponto com esse grau de sucesso.

3. Baleia – Quebra Azul

Baleia - Quebra Azulbaixe | ouça

O Baleia soube experimentar com o tempo as suas potencialidades, antes do lançamento de “Quebra Azul” a banda mostrava que ainda não tinha acertado a mão, talvez pelo volume de membros na banda ou apenas por afinidade. Mas o seu disco de lançamento veio para mostrar que eles finalmente encontraram o tom. Não que isso os mantenha em um único ritmo, pelo contrário.

2. Castello Branco – Serviço

Castello Branco - Serviçobaixe | ouça

O disco, que foi produzido pelos seus ex-parceiros de banda, Tomas Tróia e Diogo Strausz e também junto de Lou Caldeira, forma uma estética muito bem definida desde os primeiros acordes. A aposta era trazer os elementos que remetessem à época em que Lucas viveu no monastério e, consequentemente contextualizar com tudo que o músico já passou e trouxe na bagagem. Algo realmente preciso e pensado para a transição de banda para artista solo e na criação da sua identidade como persona. Para isso, ele convidou nomes como Alice Caymmi, Gabriel Ventura e Ana Lomenino e nomeou essas 12 músicas de “Serviço”.

1. Apanhador Só – Antes que tu Conte Outra

Apanhador Só – Antes que tu Conte Outrabaixe | ouça | compre

Discos como o “Antes Que Tu Conte Outra” mostram que fazemos partes de uma geração privilegiada, estamos vendo um caminhar de uma revolução musical, onde as bandas não estão mais presas a estereótipos de gravadoras, não precisam seguir uma cartilha criativa e tem o direito de inovar em cada cd. O Apanhador Só, desde o “Acústico Sucateiro” (2011), busca isso, se afastando de seu estilo para experimentar, enlouquecer e com isso, se reinventar. É um daqueles cds que será amado e odiado da mesma forma. E é interessante notar que os argumentos são excelentes dos dois lados do embate. O disco possuí inicio, meio e fim e tem o seu ápice com o trio “Lá em casa tá pegando fogo”, “Despirocar” e “Liquido Preto”, faixas que mostram a liberdade artística da banda, aonde xingam, mudam tons de voz, trabalham com ruídos, desafinam e te faz querer dançar em qualquer lugar.

______________________________________________________________________________
Todos os links aqui presentes foram achados na internet e não temos nenhuma responsabilidade por eles. Se você é um dos artistas e não gostou do link aqui, entre em contato com a empresa que o hospedou para retirar do ar. Links quebrados não serão substituídos.

Toda a equipe do RockinPress participou da eleição e votou em seus álbuns preferidos, sendo que este resultado não reflete a opinião pessoal de apenas uma única pessoa. Os textos são assinados coletivamente.

67 COMENTÁRIOS

  1. É…uma lista que tem Maglore e A banda mais… entre os 10 primeiros e não tem "Umbra" do Herod entre os 100. haha complicado demais, parei por ai.

  2. Merecidamente CABANA CAFÉ !1 essa banda é muitooooooo boaaaaaaaaaa! Parabéns Cabanas

  3. O melhor álbum do ano, MAGLORE – VAMOS PRA RUA entre os 10 mais de 2013, esse é um site que entende realmente de música. APROVADO!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!

  4. Poucas legendas dos álbuns descrevem os álbuns em si. Falando só que a banda evolui ou blábláblá

  5. Poucas legendas dos álbuns descrevem os álbuns em si. Falando só que a banda evolui ou blábláblá

  6. Eduardo Araújo, só foram indicados ao Grammy só, díifícil entender a visão de vocês e o Vespas já havia lançado dois EPs antes de lançar o Animal Nacional por isso não concordo com eles na lista de revelação 2013, mas enfim foram lembrados de algum jeito

  7. João Marcos Nogueira Santos a votação rolou separadamente com cada um dos membros do site. Cada um mandou uma lista, somamos os pontos e o disco ficou de fora, assim como do Rodrigo Amarante. Podíamos mudar pra agradar aos fãs? Sim. Mas esse não é o nosso papel.

    Apesar de dois EP's a banda só foi vista de verdade esse ano, teve uma visibilidade notável, esse é o caráter de revelação.

    Foi mal se não suprimos suas expectativas, mas fomos justos como achamos que deveríamos. É isso, meu chapa.

  8. Eduardo Araújo não chora, em nenhum momento questionei como vocês fazem a votação e afins, o que questionei foi o Vespas ficar de fora e só. Ah, e não foram só as "minhas expectativas" basta descer mais um pouco que você vê outros comentários dizendo que faltou o Vespas, meu chapa!

  9. João Marcos Nogueira Santos hahahaha quando você e os outros entenderem que a lista não foi feita para a expectativa de ninguém e é baseada em opinião pessoal e não no que fez ou aconteceu no ano, você dará um passo a frente na vida

  10. Marcos Xi meu último comentário foi apagado daqui, assim é fácil saber quem está passos a frente na vida

  11. Quem fez essa lista taca meio louco de maconha. cade vespas mandarinas? Os caras com indicaçao ao grammy latino de melhor album latino? e selvagens aprocura de lei?

  12. desdequando apanhador só é 1º??? devia tar selvagens a procura de lei, coyotes, medulla ou cambriana

  13. Cada um acha o que quer, mas decepção não foi (pelo menos não diante do que ele vinha fazendo nos últimos anos). O problema é que esperam demais e acabam não compreendendo o disco… Dá nisso.

  14. todo fã quer ver o nome da banda favorita, não por uma questão de gosto, no meu caso, mas sim pelo simples fato de torcer pelos caras que tornam a nossa rotina mais agradável… o ponto é, se na lista dos 100 melhores álbuns brasileiros não contempla todos, é motivo de comemoração presenciar uma nova geração fazendo música BOA, e a minha playlist só cresce em quantidade e qualidade.

  15. Legal o Wado bem posicionado e tudo bem que o disco do Amarante é realmente controverso, mas (me desculpem a sinceridade) impossível uma lista de melhores de 2013 que não conste o "De Graça" do Marcelo Jeneci, ainda mais uma lista dos "100 mais", ou seja, tem disco ruim pra cacete aí no meio e esse (que é sim muito bom) deveria estar aí também!

DEIXE UMA RESPOSTA